Black Friday (uma negra opção), usos do hífen, topónimos com artigo e o Manual de Comunicação do Comité Olímpico de Portugal - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Início Aberturas Abertura
Black Friday (uma negra opção), usos do hífen, topónimos com artigo e o Manual de Comunicação do Comité Olímpico de Portugal
Black Friday (uma negra opção), usos do hífen, topónimos com artigo
e o Manual de Comunicação do Comité Olímpico de Portugal
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 189

1. Black Friday está de regresso. Repete-se um dia de celebração do consumismo desgovernado, numa atitude que o ministro do Ambiente e da Ação Climática português, João Pedro Matos Fernandes, classificou como um «contrassenso». É um bom pretexto para voltamos a um tema muitas vezes aqui assinalado: o uso excesso do inglês em Portugal,  quando as opções em língua portuguesa são variadas e adequadas à realidade que se pretende designar – como nos recorda Sara Mourato, num apontamento onde também conta a história por detrás deste fenómeno consumista, que nasceu nos Estados Unidos.

Primeira Imagem: Alexandr Bazhanov/Dreamstime 

2. O emprego correto do hífen nem sempre é bem conseguido nos textos que percorrem o espaço público. A ligação do verbo ao pronome átono, os usos com os advérbios bem mal, quando têm um valor prefixal, ou o caso dos nomes compostos. Muitas situações produzem hesitações, confusões e, não raro, erros que importa corrigir. A professora Carla Marques, consultora permanente do Ciberdúvidas, num pequeno apontamento sobre o tema apresenta alguns casos nos quais o uso do hífen é obrigatório. 

3. Quantas vezes já não ouvimos alguém questionar-se sobre se o nome de uma determinada localidade deveria ser antecedido de artigo definido? Em situações anteriores, já aqui esclarecemos que a regra geral é a da não utilização do artigo, embora com topónimos que se formaram a partir de nomes comuns o artigo seja a opção mais comum. Para além destes preceitos, a opção das populações é também importante (ver resposta aqui).  O certo é que em Foios (ou nos Foios), uma aldeia da Guarda, a questão  também se coloca. Na nova atualização do Consultório, analisamos o caso particular desta localidade. Uma outra questão está relacionada com a etimologia e possibilidades de regência do verbo destacar. Já o verbo explorar motiva uma pergunta sobre as suas possibilidades significativas. No plano da ortografia, surge uma questão sobre a forma correta do nome composto manga-pagode. Respondemos, de novo, a uma questão relacionada com o valor dos tempos verbais, desta feita explorando a oposição entre o pretérito perfeito e o pretérito imperfeito do indicativo. Para concluir, uma questão relacionada com um recurso expressivo no Sermão de Santo António, de Padre António Vieira.  

4. Na Montra de Livros, apresenta-se o Manual de Comunicação do Comité Olímpico de Portugal (COP), da autoria dos jornalistas José Mário Costa (cofundador do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa) e Paula Torres de Carvalho. Trata-se de um documento que estabelece a linguagem a utilizar nas várias plataformas do Comité Olímpico de Portugal e apresenta um glossário de termos olímpicos, dando um «importante contributo para a valorização da imagem de marca do Comité Olímpico de Portugal», como se afirma na apresentação da obra.

5. Dia Internacional da Solidariedade com o Povo Palestiniano é celebrado hoje, dia 29 de novembro. Esta data, instituída pela ONU, tem em vista alertar para o facto de o problema palestiniano continuar por resolver, na medida em que este povo ainda não viu reconhecidos os seus direitos atribuídos pela ONU. Um dos eventos mais destacados desta comemoração é uma exposição de fotos, na sede da ONU, em Nova Iorque. Este evento leva-nos também a recordar que, no Brasil, se consagrou o uso da palavra palestino, enquanto em Portugal vingou o termo palestiniano. Diga-se também que é possível o uso do termo palestinense, que, contudo, é pouco adotado pelos falantes. 

Recordamos também várias respostas divulgadas no Consultório relacionadas com o tema da Palestina: «Palestinos e massivo», «Gentílicos, outra vez», «Palestino = palestiniano = palestiniense», «Gentílicos femininos iguais aos nomes dos países» e «A etimologia de filisteupalestino». 

Imagem: Banco Mundial/Natalia Cieslik

6. Nos programas* produzidos pela Associação Ciberdúvidas da Língua Portuguesa para a rádio pública portuguesa dá-se destaque à consagração do Dia Internacional da Língua Portuguesa (ver Notícias) e ainda à Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola (CILPE 2019), que teve lugar nos dias 21 e 22 de novembro de 2019, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

 (Programa  Língua de Todos, transmitido pela RDP África, na sexta-feira, dia 29 de novembro, pelas 13h20*, e Páginas de Português, emitido pela Antena 2, no domingo, 1 de dezembro, pelas 12h30*. * Ambos os programas têm repetição: o Língua de Todos, no sábado, dia 23 de novembro, depois do noticiário das 09h00, e o Páginas de Português no sábado seguinte, dia 30 de novembro, às 15h30. Hora oficial de Portugal continental,  ficando ambos os programas disponíveis posteriormente aqui e aqui.)