«Você não passa de um safado.» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Você não passa de um safado.»

Qual a classificação do verbo «passar» em «passar de»? E qual a classificação sintática do termo que lhe é posterior em frases como «Você não passa de um safado» e em «Você passou de cama ontem»?

À luz da semântica, parecem-me, respectivamente, um verbo de ligação com um predicativo do sujeito. Em «Você passou de cama», parece-me «Você passou acamado».

O que lhes parece?

Denis Romagnoli Professor de Português Pelotas, Brasil 881

 O uso de não passar de é bastante generalizado, cuja intenção é dar uma ênfase à expressão que lhe é negada quando se diz apenas o verbo ser, semanticamente correspondente.

 De facto, o Dicionário da Academia diz que «não passar de significa ser apenas, não ser senão. Exemplo: «A doença dela não passa de uma constipação

Tendo em conta esta definição, a locução verbal adquire um valor de verbo copulativo, selecionando, por conseguinte, um predicativo do sujeito.

Então, na frase «Você não passa de um safado», um safado seria o predicativo do sujeito.

Sabemos, no entanto, que o grupo dos verbos copulativos é restrito, mas, segundo a Gramática do Português, da Fundação Calouste Gulbenkian, vol.II, p.1301, poderão fazer parte desta lista os verbos que, cumulativamente, possuam duas propriedades: «(i) a possibilidade de o verbo ocorrer com qualquer tipo semântico de sujeito e (ii) a possibilidade de o verbo ocorrer num sintagma verbal em combinação única e exclusiva com um adjetivo.»

Exemplo:

(i) «O gato não passa de um safado.»

(ii) «O gato não passa de esquisito.»

(iii) «O livro não passa de razoável.»

Nesta perspetiva, «você não passa de um safado» poderá enquadrar-se nesta definição. 

Quanto a «Você passou de cama», desconhecemos o sentido da expressão, devendo ser usada apenas no português brasileiro, segundo entendemos. Se a transferirmos para «Você esteve acamado», tem o mesmo valor de verbo copulativo.

Maria Eugénia Alves
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: verbo