Um modificador do grupo verbal e um complemento do nome - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Um modificador do grupo verbal e um complemento do nome

Qual é a função sintáctica de «cedo» e «escola» nas frases «Felizmente, o treinador chegou cedo» e «O diretor da escola prestou esclarecimentos aos alunos»?

José M. Pinto Estudante Braga, Portugal 6K

1«Felizmente, o treinador chegou cedo.»

O verbo chegar é um verbo de movimento que tem subjacente uma ideia de deslocação de um ponto para outro, com evidente destaque para o ponto de chegada, que, todavia, pode, em determinados contextos, estar omisso. Este ponto de chegada, introduzido pela preposição a («Chegar a Lisboa») é interpretado como constituindo um complemento oblíquo que satura, ou preenche plenamente, o sentido do verbo. Cedo é, por seu lado, um advérbio de tempo, que não é necessário para completar o sentido do verbo. Por essa razão, «cedo» é um modificador.

2«O diretor da escola prestou esclarecimentos aos alunos.»

Diretor pode ser entendido, aqui, como um nome derivado de dirigir, sendo «diretor da escola» equivalente a «Ele dirige a escola». Neste contexto, «a escola» é argumento interno do verbo dirigir, que está subjacente na palavra diretor. Assim, «da escola» é complemento do nome diretor.

Carlos Rocha