O sentido denotativo e conotativo de provérbios
Gostaria de saber o sentido denotativo e conotativo dos seguintes provérbios:
«Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.»
«De grão em grão, a galinha enche o papo.»
«Devagar se vai ao longe.»
«Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza.»

Marco António Estudante Rio de Janeiro, Brasil 3K
A) «Água mole em terra dura tanto bate até que fura.»

Sentido denotativo – Todos nós sabemos que a água desgasta as pedras, especialmente as calcárias.

Sentido conotativo – Se formos persistentes, conseguiremos alcançar aquilo que parece impossível.

B) «De grão em grão, a galinha enche o papo.»

Sentido denotativo – A galinha tem um bico e, por isso, come só um grão de cada vez.

Sentido conotativo – Se trabalharmos e pouparmos, conseguiremos obter um bom pecúlio ou um grande património.

C) «Devagar se vai ao longe.»

Sentido denotativo – Se caminharmos devagar, poderemos ir longe porque não nos cansamos.

Sentido conotativo – Aquele que é prudente e trabalha com perfeição poderá realizar grandes obras ou alcançar distantes lugares.

D) «Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza.»

Sentido denotativo – Quem nunca comeu certos alimentos revela dificuldades na primeira vez que os come.

Sentido conotativo – Quem não tem hábitos requintados tem dificuldade em cumprir as regras sociais dos meios onde nunca viveu.

Tema: Provérbios
Áreas Linguísticas: Discurso/Texto ; Semântica