A colocação frásica do advérbio não e dos pronomes átonos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A colocação frásica do advérbio não e dos pronomes átonos

Tenho uma questão relativa a desencadeadores de próclise.

Sei que o advérbio não é um desencadeador de próclise em relação ao pronome clítico e ao verbo que o sucedem, como em «Não vos prefiro!» Poderá, no entanto, ser desencadeador de próclise se suceder ao verbo e ao pronome clítico, ou nunca será agente de próclise nesse caso? Nesse caso, poderemos, então, ter as seguintes frases: «Prefiro-vos não!», ou «Prefiro-vos, não!» Sendo estas frases regras de como a próclise não é consequência de causa proclítica se o agente desencadeador de próclise for sequência e não antecedente do verbo da oração.

Ajudai-me em tal dúvida, por favor. [...]

Lanito Molita Estudante Lisboa, Portugal 167

Apesar da oração apresentada – «prefiro-vos não!» / «prefiro-vos, não!» – não se enquadrar na sintaxe normativa, o atrator da próclise, neste caso o advérbio não, se se encontrar depois do verbo, deixa de atrair o pronome para uma posição anterior ao mesmo. Esta é a regra.

Não obstante, ouve-se em português do Brasil expressões como «Sei não!». É o que observa Paul Teyssier, no seu Manual de Língua Portuguesa (Coimbra, Coimbra Editora, 1990, pág. 336):

«[...] Na linguagem popular repete-se muitas vezes a negação depois do verbo, p. ex.:

Ele veio? Não veio, não. [...] / Não sei, não. [...]

E, finalmente, suprime-se o primeiro não e fica (somente no Brasil):

Veio não. [...] / Sei não. [...]»

Note-se que esta construção não segue as normas, e, por isso, não está correta, mas, num contexto informal, pode acontecer ser utilizada.

Sara Mourato
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: pronome
Áreas Linguísticas: Gramática Campos Linguísticos: Ordem dos constituintes