«Fez-se meu amigo» (e não «fez-se amigo de mim») - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Fez-se meu amigo»
(e não «fez-se amigo de mim»)

Gostaria de saber se podemos dizer «ele fez-se amigo de mim», ou se devemos dizer apenas «ele fez-se meu amigo». Se não for possível, gostaria de saber a razão, sobretudo porque creio ser possível dizer «ele fez-se amigo dele/ele fez-se amigo de João», assim como «ele fez-se seu amigo», etc.

Obrigado e continuação do bom trabalho.

Daniel Morais Tradutor Madeira, Portugal 1K

O uso de dele(s) e dela(s) em lugar do possessivo seu é muito diferente da possibilidade ou impossibilidade de ocorrência de «de mim». No primeiro caso, o uso é gramatical e justifica-se pela sua funcionalidade, permitindo que a referência à posse na 3.ª pessoa não seja confundida com a da 2.ª pessoa correspondente à forma de tratamento de menor ou nula intimidade como são você e «o(s) senhor(es)»/a(s) senhora(s)» («o seu amigo», «a sua amiga»).

No caso de «de mim», não se consagra na norma-padrão a correspondência de usos pronominais com preposições como possessivos da 1.ª pessoa e 2.ª pessoa. Por outras palavras, pode dizer-se «(o) meu amigo» e «(um) amigo meu», mas não se deve dizer «o amigo de mim», nem «um amigo de mim», e o mesmo se diga em relação a «de ti», «de nós» ou «de vós», cuja ocorrência será sempre incorreta em lugar de teu, nosso ou vosso. Note-se, porém, que, coloquialmente, no Brasil, é possível ocorrerem formas como «o amigo de vocês». Este uso deteta-se eventualmente entre falantes do português europeu, mas não faz parte da norma-padrão.

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: determinante
Áreas Linguísticas: Discurso/Texto; Gramática Campos Linguísticos: Deixis