Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A vírgula antes da conjunção e

Gostaria de esclarecer uma dúvida quanto ao emprego da vírgula antes da conjunção "e"... Por exemplo no trecho da música "Tua tristeza é tão exata/ E hoje o dia é tão bonito..." existe a vírgula antes da conjunção "e"?

Grata

Raissa Thainá Silva Sousa ESTUDANTE MANAUS, brasul 1K

A Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso Cunha e Lindley Cintra define: «A vírgula marca uma pausa de curta duração. Emprega-se não só para separar elementos de uma oração, mas também orações e um período.»

Normalmente antes da conjunção e a vírgula não se utiliza, pois, sendo uma conjunção coordenativa aditiva, serve para ligar dois termos ou duas orações de idêntica função. 

Exemplo: «Leonor voltou-se e desfaleceu». (Graciliano Ramos, Infância).

No entanto, separam-se geralmente por vírgula as orações coordenadas unidas pela conjunção e, quando têm sujeito diferente: «A mulher morreu, e cada um dos filhos procurou o seu destino.» (Fernando Namora, O Trigo e o Joio).

Deste modo, a regra aplica-se à frase que referiu «Tua tristeza é tão exata, /E hoje o dia é tão bonito...» 

Uma vez que a frase corresponde a dois versos do poema-canção «Há tempos», do grupo Legião Urbana, a ausência de pontuação é perfeitamente admitida, obedecendo ao imperativo da liberdade da quebra de padrões na poesia. 

 

N.E. – Sobre  as regras do uso da vírgula, além dos  vários textos Textos Relacionados (ao lado), veja ainda o documento disponível no portal da Porto Editora "Semear vírgulas. A sintaxe o uso da vírgula", da autoria da professora Fernanda Costa.

 
Maria Eugénia Alves
Tema: Uso e norma