Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A etimologia de fogo (a propósito de Terra do Fogo)

Em todos os livros sobre a província de Newfoundland, no Canadá, dá-se como certo que o nome da ilha de Fogo é uma corruptela do português "fuego". Minha pergunta é a seguinte: no português antigo, falado lá pelo século XVI ou XVII (quando os pescadores portugueses deram nome à ilha), a palavra fogo era "fuego", como em espanhol, e depois se modificou para fogo? Ou passou direto de focus para fogo? Já andei pesquisando na Internet e não descobri nenhuma evidência de que teria sido "fuego" no passado. Neste caso, os guias turísticos de Newfoundland estão repassando informação errada.

Grata.

Lúcia Grosner Aposentada Otava, Canadá 5K

Os guias turísticos da Terra Nova (é o nome português de Newfounland) estão realmente errados. A palavra fogo nunca teve o ditongo ue em nenhuma fase da história da língua portuguesa. O étimo é o latim vulgar fŏcu-, em que a vogal o passou aos dialectos galego-portugueses, e depois ao galego e ao português, sem ditongar, ao contrário do que aconteceu no castelhano (focu- > fuego).

Carlos Rocha
Áreas Linguísticas: Etimologia; Léxico