A origem da exclamação fogo! (Portugal) - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A origem da exclamação fogo! (Portugal)

Bem sei que não é muito fácil, mas gostaria de saber se me poderão ajudar a localizar no tempo (aproximadamente, claro) a origem da interjeição «Fogo!». Parece-me coisa relativamente recente, que não teria existência antes dos anos 80. Estarei errado? Obrigado.

Hugo Santos Porto, Portugal 6K

Só encontro a expressão fogo!, para exprimir indignação ou irritação, nos dicionários portugueses mais recentes, a saber: o Grande Dicionário da Língua Portuguesa, que a Porto Editora publicou em 2004, e o Dicionário Verbo da Língua Portuguesa (2006). Nestes dicionários, fogo! tem dois sentidos: um é a já conhecida voz de comando para disparar; o outro, classificado como coloquialismo português, é definido como «exclamação que exprime admiração, indignação, espanto, surpresa». Não consegui encontrar mais informação sobre este uso de fogo!, mas creio que ele se tenha desenvolvido através da substituição de palavra-tabu (começada por f).

Carlos Rocha