O género de covid - O nosso idioma - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Início Português na 1.ª pessoa O nosso idioma Artigo
O género de covid
O género de covid
Afinal é «o covid» ou «a covid»?
Fonte

Artigo divulgado originalmente na revista em linha Roseta (aqui transcrito com a devida vénia), v. 3, n.º 1, 2020

Sobre os Autores

Doutor em História (2011) e Direito (2019), Mestre em História (2007), Bacharel em História (2003) e Direito (2018), Bacharelando e Doutorando em Letras Clássicas. Desenvolveu pesquisa em estágio pós-doutoral na University of Cambridge, entre 2012 e 2014, e na USP, entre 2015 e 2017. É coordenador do LATHIMM-USP (Laboratório de Teoria e de História das Mídias Medievais). É membro da SBEC - Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos e pesquisador associado ao Centre for the Study of the Cultural Heritage of Medieval Rituals, ao Grupo de Estudos de Línguas Indo-Europeias ANtigas (GELIEA-USP), ao VERVE - Verbum Vertere - Estudos de Poética, Tradução e História da Tradução de Textos Latinos e Gregos (USP) e ao grupo República das Letras - Estudo de Textos Renascentistas em Latim (USP). Professor Visitante na Universidade da Borgonha (2007-2009), na Universidade de Copenhague (outubro e novembro de 2009) e na Universidade de São Paulo (agosto a novembro de 2011). Desenvolve suas pesquisas nas áreas de filologia, paleografia, história, direito e linguística histórica, nos períodos antigo e medieval, com especial atenção para interações disciplinares e problemas de método nas ciências humanas.

Possui graduação em Letras (português e francês) pela Universidade de São Paulo (bacharelado e licenciatura: 1994); mestrado (1998) e doutorado (2004) em Filologia e Língua Portuguesa pela mesma Universidade. Pós-doutorado (2006) em linguística histórica e semântica cognitiva pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professor de Filologia e Língua Portuguesa no Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo e também conselheiro editorial das seguintes revistas: Revista Sentidos: linguística geral e estudos dos sentidos e Revista de Estudos de Linguística e Literatura: Tópicos de Linguagem. Tem experiência na área de linguística, com ênfase em linguística histórica do português e crítica textual (filologia), atuando principalmente nos seguintes temas: crítica textual de manuscritos modernos, linguística histórica, sintaxe histórica (sentenças correlativas), português brasileiro.