Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Português na 1.ª pessoa Acordo Ortográfico Artigo
Academia das Ciências revê Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
Academia das Ciências revê
Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

A Academia das Ciências de Lisboa (ACL) aprovou em 26/1/2017, as suas propostas de alterações ao Acordo Ortográfico de 1990, anunciadas já em 23/11/2016, com vista a adequá-lo melhor à variedade do português de Portugal. Sobre o documento aprovado – Sugestões para o Aperfeiçoamento do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa – , um comunicado da ACL sublinha que se trata de «um contributo que resulta de aturada reflexão em torno da aplicação da nova ortografia e sobre algumas seis particularidades e subtilezas da língua portuguesa que não podem ser ignoradas em resultado de um excesso de simplificação», acrescentando: «Aperfeiçoar o Acordo Ortográfico não significa rejeitar a nova ortografia, mas antes aprimorar as novas regras ortográficas e retocar determinados pontos para fixar a nomenclatura do Vocabulário e do Dicionário da Academia.»

Segue-se uma lista de ligações a artigos e notícias que constituem o eco mediático desta intervenção da ACL na aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa em Portugal:


– "Academia de Ciências aprovou documento para aperfeiçoar o Acordo Ortográfico de 1990" (agência Lusa, 27/01/2017, in Observatório da Língua Portuguesa);

– "Academia sugere regresso de acentos, consoantes mudas e do hífen ao Acordo Ortográfico" (Lusa, 27/01/2017, idem);

– "Academia considera texto do Acordo Ortográfico por vezes 'ambíguo, omisso e lacunar'" (Lusa, 27/01/2017, idem);

– "Fundador do Ciberdúvidas estranha “iniciativa unilateral” da Academia das Ciências" (Lusa, 27/01/2017, idem);

– "Academia propõe um registo ortográfico “adequado à variante portuguesa” (Público, 27/01/2017);

– "Deputados vão reler e avaliar Acordo Ortográfico" (Lusa, 23/01/2017, in Obseravtório da Língua Portuguesa).

 

Ler também nesta mesma rubrica, o artigo da professora Lúcia Vaz Pedro, intitulado "Academia das Ciências de Lisboa brinca com o Acordo Ortográfico" (Jornal de Notícias, 29/01/2017). E, ainda, leia-se o texto "O papel da Academia das Ciênciias de Lisboa no estabelecimento de uma ortografia simplificada para lusofonia (perspetiva histórica e realidade atual)", da autoria do professor universítário Rolf Kemmler – correspondente à palestra proferida por ocasião da sua tomada de posse como Sócio Correspondente Estrangeiro da ACL, na sessão da Classe de Letras do dia 12 de janeiro de 2017..