Abrolhos, farelhões, novamente - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Abrolhos, farelhões, novamente

Cultíssimo quão atenciosíssimo consultor Carlos Rocha,

Confesso-lhe que não conhecia as palavras farelhão e sua variante farilhão, mas como diz o ditado: viver, viver; aprender, aprender.

Depois de as ter conhecido, mercê dos seus ensinamentos, percebi, consultando alguns dicionários, que as palavras supermencionadas podem significar, além de "ilhota escarpada e pequeno promontório", como mostrou V. Sa., também "certo tipo de abrolhos". Esta última é do Novo Dicionário Eletrônico Aurélio, versão 5.0. Quais seriam esses abrolhos chamados de farelhões? O léxico não esclarece de forma inequívoca se são os que estão em alto mar, longe de qualquer costa, ou também aqueles próximos a algum litoral, porém dá uma pista que indica que são pelo menos aqueles escolhos próximos da costa, ao transcrever, como exemplo, o seguinte verso do meu patrício o poeta Alberto de Oliveira: «Nisto, de encontro aos farelhões da costa,/ Ruge, rimbomba, anseia, estala o oceano...» (in Poesias, 1.ª série, p. 102.).

Como não está claro, peço a V. Sa. que me diga se farelhão/farilhão é apenas um abrolho próximo a um litoral ou também um que está em alto mar.

Também gostaria de saber se a etimologia de farelhão/farilhão é a mesma do espanhol farellón, o que também não ficou claro.

Seria interessante fazer um pequeno quadro comparativo dos significados de farallón, segundo um bom dicionário castelhano-castelhano, com uma definição correta de farelhão em português para sabermos se têm ambas as palavras as mesmas acepções ou não. Que tal?

Muito obrigado.

Ney de Castro Mesquita Sobrinho Vendedor Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil 4K

Entre abrolho e farelhão, a diferença está em este ser mais alto que aquele, de acordo com a comparação das respectivas entradas no Dicionário de Língua Portuguesa da Porto Editora (em linha):

farelhão: «1. ilhota escarpada; 2. pequeno promontório»

abrolho: «1. BOTÂNICA planta da família das Zigofiláceas, que produz frutos espinhosos e é espontânea em Portugal; 2. fruto espinhoso dessa planta; 3. espinho de qualquer planta; 4. BOTÂNICA rebento; gomo; 5. ponta aguçada; pua; 6. rochedo sob a água, a pouca profundidade; 7. figurado contrariedade, dificuldade, obstáculo (De abre + olho, ou do lat. apèri ocùlos [sic], «abre os olhos»)»1

Note-se que as acepções 1 e 2 de farelhão e a acepção 7 de abrolho são confirmadas, respectivamente pelo Diccionario da Real Academia Galega e pelo Dicionário Houaiss (brasileiro):

farallón: «Rocha alta, moi próxima a costa, que sobresae moito mesmo na preamar.»2

abrolho: «Recife ou baixio perigoso para as embarcações; escolho.»

Acrescente-se que o dicionário da Real Academia Espanhola (RAE) atribui ao castelhano farallón duas acepções:

«1. m. Roca alta y tajada que sobresale en el mar y alguna vez en tierra firme. 2. m. crestón (‖ parte de un filón que sobresale del suelo).»3

Parecem-me legítimas as seguintes conclusões:

1. Em português, quer farelhão quer abrolho são hipónimos de rocha ou rochedo.

2. A diferença entre os termos está mais numa das dimensões das realidades nomeadas (as rochas) do que na proximidade destas em relação a um ponto de referência (a costa). Quer farelhões quer abrolhos se encontram perto da costa, sem especificação de distâncias. Falar de «farelhões da costa» é, pois, referencialmente possível, além de poder ser mais sugestivo em contexto poético (notem-se as assonâncias em vogal nasal no verso de Alberto de Oliveira).

Quanto à etimologia, farelhão (com a variante farilhão), o galego farallón ou farelhom e o castelhano farallón têm origem ou no italiano fariglione ou no catalão faralló (ver Dicionário Houaiss e Dicionário Eletrónico Estraviz). No entanto, a RAE anota como discutible (= «discutível») a etimologia deste termo.

1 Não está corre{#c|}tamente escrita a etimologia latina, que deverá ser aperī ocŭlos (cf. Dicionário Houaiss).

2 O conservadorismo do galego e a sua proximidade com o português permitem considerar as fontes lexicográficas galegas como bons auxiliares para a identificação de muito vocabulário tradicional ligado à agricultura e ao mar.

3 Em português (minha tradução): «1. m. Rocha alta e escarpada que sobressai no mar e por vezes em terra firme. 2. m. Crista (||parte de um filão que sobressai do chão).»   

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: substantivo