A diferença entre «por parte de» e «da parte de» + mais-valia - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A diferença entre «por parte de» e «da parte de» + mais-valia

Gostaria de saber a diferença entre «por parte de» e «da parte de».

«Este presente é da parte da minha mãe.»

«O político recebeu uma moção de apoio por parte de um grupo composto por...»

Gostava também de saber o significado de mais-valia quando utilizado nesta situação:

«Saber falar chinês é hoje uma mais-valia para os que pretendem garantir um bom futuro.»

Todas as definições encontradas remetem para o campo da economia.

E neste caso:

«Estás a aprender inglês? Mais valia aprenderes chinês!»

Obrigado!

Rogério Silva Estudante Macau, China 12K

Relativamente à primeira questão, as locuções «da parte de» e «por parte de» são sinónimas, conforme regista o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa: «da p. de, [locução] a mando de; recomendado por; por parte de. Ex.: a encomenda veio da p. de um amigo»; «por p. de [locução], m. q. da parte de». No entanto, como sempre repetimos, não existem sinónimos absolutos, e por isso, apesar de, às vezes, poderem ser usadas nos mesmos contextos, há outros em que é preferível uma das locuções.

Quanto à segunda questão, mais-valia é um termo económico, mas frequentemente usado no quotidiano. É um substantivo feminino e significa: um «aumento de valor adquirido por uma mercadoria ou por um bem patrimonial por influência de factores estranhos ao proprietário» (Dicionário da Língua Portuguesa, da Porto Editora). O substantivo composto mais-valia funciona como uma unidade, escrito com hífen, normalmente precedido por um artigo definido ou indefinido (a e uma, respectivamente), e pode ser substituído por um outro substantivo, como em «falar chinês é hoje uma mais-valia» (= falar chinês é hoje um trunfo»). Este substantivo não deve ser confundido com o advérbio mais seguido ou antecedido pelo verbo valer no pretérito imperfeito:

a) «Mais valia/valia mais desistir (= era preferível/seria melhor desistir).
b) «O meu carro valia mais do que um avião» (= o meu carro tinha mais valor do que um avião). 

Sempre ao dispor.

Ana Carina Prokopyshyn
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: locução
Áreas Linguísticas: Léxico; Sintaxe Campos Linguísticos: Composição; Relações de sentido/Relações sentido - forma