Início Respostas Consultório Campo linguístico: Derivação
Luís Branco Técnico de contabilidade Lisboa, Portugal 1K

No sítio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa li o seguinte título: «Rastreios sobre o cancro da pele e observação de sinais.» Parece-me que o "rastreios sobre" não será a forma mais correcta. Não será melhor dizer "Rastreios de cancro..."?

Lino Mendes Reformado Montargil, Portugal 508

Como devo interpretar «influências exógenas nas comunidades em estudo»?

Obrigado

Aline Souza Servidora pública Cruzeiro, Brasil 748

Na frase «o pensar e o agir de um deve coadunar no pensar e no agir do outro». Este verbo deve, fica no singular ou no plural?

Olga Borges Professora Évora, Portugal 508

Tenho ouvido a forma verbal espartilhar ser usada em contextos cujos sentidos são os de «estar repartido por» ou «estar dividido em várias partes ou segmentos», como por exemplo «os critérios de avaliação estão espartilhados em vários domínios». Parece-me que a palavra é derivada por sufixação cuja base é espartilho que apresenta um sentido oposto («apertar», «comprimir»). A palavra pode ter aquela aceção?

Obrigada.

Guilherme Ramso Pestana Estudante Funchal, Portugal 686

Como se escreve corretamente o nome do pico do Areeiro, na ilha da Madeira? É comum ver-se escrito «Pico do Arieiro», com i, em jornais e até no respetivo artigo na Wikipédia. No entanto, penso ser Areeiro, com e, a forma correta, pois o nome tem a mesma origem de areia e consta noutros topónimos portugueses.

Ricardo Lemos Professor do ensino secundário na reforma Matosinhos, Portugal 444

Numa canção alentejana temos o seguinte refrão:

«Dançando, pulirando

brincando mais ele,

dançando, pulirando

brincando mais ela;

dançando, pulirando

brincando mais ele,

és uma rosa amarela.»

Esta canção de título Dançando, Pulirando está na Internet, em várias versões, desde a mais clássica à mais popular. Não encontro no dicionário o significado de "pulirando"!

Obrigado.

Alberto Moura Pesquisador Lisboa, Portugal 589

Gostaria de saber se o uso das terminações -ita em Portugal e -ite no Brasil em palavras como malaquita/malaquite é uma regra consistente. Por exemplo, se vejo um mineral referido apenas como caulinita sem referência ao termo caulinite, posso ainda assim deduzir que no Brasil o termo correto seria caulinite, ou trata-se de uma prática casuísta, em que cada termo terá uma terminação (malaquite, mas caulinita, por exemplo)?

Muito obrigado.

Sónia Costa Professora 1.º Ciclo Lisboa, Portugal 656

Gostaria de saber se a palavra aquático pertence à família de palavras de água. Se sim, qual o processo de formação?

Obrigada.

Mário Pereira Leiria, Portugal 669

"Borrada" (de borra) e "burrada" (de burro) podem considerar-se sinónimos, no sentido de «asneira, tolice»?

William de Assis Revisor de Textos São Paulo, Brasil 510

Quando me refiro à Bíblia, digo que é algo bíblico, leis bíblicas, etc. E quando me refiro ao Torah/Torá? Digo que é algo "toraico"? Leis "toraicas"? E ao Alcorão?

Desde já agradeço pela atenção.