Sobre a influência do occitano - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Sobre a influência do occitano

Gostaria de saber sobre a influência do occitano, conhecido também pela denominação de provençal, na língua portuguesa.

(1) Li, recentemente, que a representação do som [ɲ], grafado através da seqüencia de um “n” seguido de um “h”, presente, por exemplo, em palavras como manhã, conhecer e espanhol, possui origem provençal. Como se transmitiu tal influência?

(2) A lírica medieval galaico-portuguesa bebeu, em grande parte, nas águas da tradição dos trovadores medievais do Sul da França, por quê? Quais foram os transmissores dessa herança?

(3) Gostaria, igualmente, de saber exemplos de palavras portuguesas que têm origem nesse conjunto de dialectos que formam o occitano.

Desde já muito agradeço todas as informações a mim concedidas.

Victor Villon Pós-graduando em História pela PUC-Rio. Rio de Janeiro, Brasil 5K

Começo por recomendar-lhe a leitura da obra fundamental Das Origens da Poesia Lírica em Portugal na Idade-Média, da autoria do prof. Manuel Rodrigues Lapa, publicada em Lisboa no ano de 1929. O fonema nh (em espanhol ñ, em francês e italiano gn) recebeu a sua grafia do provençal, como refere. O mesmo sucedeu com lh. É o que escreve D. Carolina Michaëlis de Vasconcelos na sua monumental edição do Cancioneiro da Ajuda, vol. I, p. XV, nota 4: «Parece que foi na chancelaria de D. Afonso IV ou na de D. Dinis, reformada por escrivães franceses (entre 1270 e 1280), que as grafias provençais nh, lh se vulgarizaram.» A influência dos trovadores do Sul da França fez-se através dos nossos poetas, que procuraram imitar a poesia dos troubadours, feita em provençal, quase sempre palaciana. Constituem provençalismos em português os vocábulos mege, greu, cousir, drudo, solaz, senher, palrar, lousinhar, cor, al rem, trova, trovador, endurar.

F. V. Peixoto da Fonseca
Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Etimologia; Ortografia/Pontuação