O plural de leso-patriotismo - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O plural de leso-patriotismo

Gostaria de saber qual o plural da palavra leso-patriotismo.

A frase abaixo está certa ou errada, ou [...] pode ser melhorada?

«Os crimes de lesos-patriotismos não são definidos em lei.»

Grato.

José Carlos de Oliveira Moura Estudante Aracaju – Sergipe, Brasil 42

O plural do substantivo em questão é lesos-patriotismos (cf. Dicionário Houaiss, 2001).

Quanto à concordância no interior de uma sequência formada por crime e leso-patriotismo ligados por um preposição, observe-se que o plural do primeiro substantivo não acarreta o plural do segundo. Com efeito, é adequado o uso do singular desta palavra, mesmo que crime ocorra no plural: «crime de leso-patriotismo» → «crimes de leso-patriotismo». No entanto, leso-patriotismo pode ter plural, quando ocorre sozinho, fora da referida construção atributiva: «o leso-patriotismo»/ «os leso-patriotismos».

Recorde-se que o elemento leso- aparece mais frequentemente sob a forma lesa-, em compostos, a concordar com um substantivo do género feminino: lesa-majestade, lesa-pátria, lesa-literatura. Sobre o elemento de composição leso-/lesa-, observa o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (2001, s. v. lesa-):

«antepositivo, em composição por justaposição, sob influxo do francês lèse-majesté (1344); a forma se funda na locução latina crimen laesae majestatis 'crime', laesae, genitivo do particípio passado. de laedĕre  'ferir, prejudicar, ofender' e majestatis, genitivo de majestas 'majestade'; em francês, lèse-majesté, a partir do século XVI em diante, é tomado como padrão para lèse-république, lèse-société, lèse-humanité, lèse-catholicité, lèse-nation, lèse-patrie, lèse-amour, lèse-littérature, lèse-bric-à-brac – sendo até hoje usado só no singular e de preferência com substantivos femininos, como que perdurando a sintagmática original (com o genitivo); em português, o verbo lesar [...] é do século XIX (1813), também de influxo francês, donde o português lesa-majestade, que, como a contrapartida francesa, se generalizou para com lesa-ciência, lesa-felicidade, lesa-filologia, lesa-formosura, lesa-fradaria, lesa-gramática, lesa-humanidade, lesa-legalidade, lesa-literatura, lesa-moralidade, lesa-nação, lesa-pátria, lesa-penitência, lesa-poesia, lesa-pragmática, lesa-razão, lesa-seriedade, lesa-sociedade, cumprindo notar que é de emprego corrente tanto como substantivo feminino quanto, figuradamente, como substantivo feminino/masculino singular/plural em expressões como um lesa-pátria, uns lesas-pátrias, uma lesa-pátria, umas lesas-pátrias; a potencialidade desse uso foi além, passando para o masculino, em formas como leso-bom-senso, leso-brasão, leso-dandismo, leso-direito, leso-gosto, leso-patriotismo, leso-sentimento, com emprego figurado como dito anteriormente para com as formas de feminino.»

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Morfologia Flexional Campos Linguísticos: Plural (nomes e adjectivos)