O complemento oblíquo de regressar - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O complemento oblíquo de regressar

Na frase «Eça partiu para o Egito em 23 de outubro de 1869 para assistir à inauguração do Canal de Suez e regressou a Lisboa em 3 de janeiro de 1870», a expressão «... a Lisboa...» desempenha que função sintática?

Obrigada.

Rosa Maria Duarte Professora Figueira da Foz, Portugal 6K

Trata-se de um complemento oblíquo.

O verbo regressar é um verbo intransitivo, cujo complemento oblíquo não tem realização obrigatória, à semelhança do que acontece com «[...] verbos que denotam movimento direcional, como chegar, entrar, partir ou sair, que podem ser usados sem o seu complemento locativo: cf. a Maria finalmente chegou (vs. a Maria finalmente chegou a casa [...])» (Gramática de Português, da Fundação Calouste Gulbenkian, 2013, p. 1163; cf. também idem, p. 1197).

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: verbo
Áreas Linguísticas: Léxico; Sintaxe