A regência do verbo dignar-se - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A regência do verbo dignar-se

Qual a melhor forma de escrever: «venho por este meio solicitar a V.ª Ex.ª que se digne a remeter, por esta mesma via...», ou, «venho por este meio solicitar a V.ª Ex.ª que se digne remeter, por esta mesma via...»?

Filipe Pereira Jurista Porto, Portugal 403

As duas formas são aceitáveis.

O verbo pronominal dignar-se, que significa “haver por bem” ou “fazer mercê, favor” (Dicionário Houaiss), rege as preposições a e de1, como se observa em (1) e (2):

(1) «que se digne a remeter»

(2) «que se digne de remeter»

É também aceitável a não utilização de preposição, conforme atesta o Dicionário Houaiss e o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea:

(3) «que se digne remeter»

 

 1. cf. J. Malaca Casteleiro, Dicionário de Verbos Portugueses, Lisboa, Texto Editora, 2007 ou também W. Busse, Dicionário Sintáctico de Verbos Portugueses. Coimbra, Almedina, 1994.

Carla Marques
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: verbo