Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Questões de lana-caprina»?!...

A língua não está parada, argumentam os defensores do pseudo acordo. Pois é verdade que não está. Mas muitas vezes é pelas piores razões. O PSEUDO-ACORDO É UMA DELAS - Mas vejamos o que se passa dentro de portas. O pronome relativo CUJO/A/S, já desapareceu. Com ele se faziam as mais belas frases tal como continuam a fazer os franceses com o seu correspondente DONT - Que fez o CIBERDÚVIDAS para o salvar ?. Nada, que eu saiba. Em vez disso andam entretidos com questões de LANA CAPRINA. É isto que querem os defensores do ps. acordo? Isto é que é evolução da língua? ou não será involução? quando muito lê-se nos jornais uma forma espúrea inventada pelos alunos que é: CUJO O, CUJA A -A beleza deste pronome relativo desapareceu com ele. A razão já foi dita no séc- XlX pelo Anatole France: "quem não sabe jogar xadrez, que jogue damas" A preposição SOB está em vias de desaparecimento tal como já aconteceu ao pronome relativo que referi. É sempre substituída pela sua contrária SOBRE até por gente culta como políticos, etc O CIBERDÚVIDAS faz alguma coisa para evitar mais esta involução? Nada , que se veja- Os seus técnicos de linguística andam entretidos com questões de LANA CAPRINA, mais uma vez.

Mestre António Reformado Cascais, Portugal 12K

Para quem escreve espúrea, em vez de espúria1, sem o mínimo cuidado na pontuação e com as regras do uso do hífen, das maiúsculas, das minúsculas e das abreviaturas, o recomendável era mesmo que o consulente perdesse algum tempo com essas ditas «questões de lana-caprina»2.

Seria um bom princípio para deixar de escrever tão desleixadamente e – seguramente – evitaria a acusação que faz ao Ciberdúvidas. Constantes do vasto e diversificado arquivo do Ciberdúvidas, encontrará aí, pelo menos, 14 esclarecimentos sobre o determinante cujo e nove sobre os prefixos sob- e sobre- [cf. Textos Relacionados, ao lado].

Quanto ao tratamento do Acordo Ortográfico no Ciberdúvidas, equívoco maior do consulente, nada como se esclarecer também melhor. E perceberia, então, o que cabe e não cabe, de facto, a um espaço, como este, simultaneamente de esclarecimento, informação, reflexão e debate sobre tudo à volta da língua portuguesa. Incluindo, naturalmente o Acordo Ortográfico, em todas essas vertentes – e sempre com a distinção clara do que é informação e do que é opinião, esta sempre devidamente assinalada e  que só compromete quem a assina, individualmente. Como, de resto, para com todas as demais áreas do português, sejam elas mais ou menos controversas, sem cedências a quaisquer campanhas ou lóbis organizados.  É esta singularidade, assente na filosofia de funcionamento de um jornal, que faz do Ciberdúvidas, na sua área específica, um espaço sem paralelo no universo da lusofonia.

1 Espúria guarda o i proveniente da sua raiz latina: spurius, «espúrio, ilegítimo, p.ext., falso, suposto, apócrifo».

2 Lana-caprina, com hífen, e não lana caprina.

José Mário Costa