Os gentílicos da Guiné, da Guiné-Bissau e da Guiné Equatorial - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Os gentílicos da Guiné, da Guiné-Bissau e da Guiné Equatorial

Em África existem três países que se chamam Guiné. Se no mesmo texto quisermos distinguir os naturais de cada um desses países, como é que é o gentílico para cada um deles? "Guinéu-equatoriano" e "guinéu-conacriano"? "Bissau-guineense" e "conacro-guineense"? Ou outra coisa do género? Obs.: a página da Mordebe não é elucidativa no que diz respeito à distinção entre um natural da Guiné-Bissau e um da Guiné-Conacri.

Obrigado.

Cláudio Alexandre Duarte Estudante Coimbra, Portugal 13K

Na verdade não há instrumentos muito elucidativos a este respeito. Consultando os dicionários de português europeu, verifica-se que o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, o Grande Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora e o Dicionário Verbo da Língua Portuguesa dão guineense e guinéu como gentílicos possíveis para as três Guinés.

O Grande Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora tem duas entradas mais específicas. Regista as palavras guinéu-equatoriano como «natural ou habitante da Guiné Equatorial», pelo que parece o termo de uso mais pacífico, e guineano como «natural ou habitante da Guiné». É de supor que se trata da Guiné-Conacri, pois este nem sempre aparece escrito na sua forma plena. Aliás, logo a seguir, o mesmo dicionário tem a seguinte definição para guineense — «1 pessoa natural da Guiné; 2 pessoa natural da Guiné-Bissau; pessoa natural da Guiné Equatorial» —, pelo que se depreende que, quando usa apenas Guiné, se refere à Guiné-Conacri.

 

N. E. (15/07/2016) –Código de Redação Interinstitucional para o uso do português na União Europeu regista equato-guineense, que é aplicável aos dois géneros e se afigura boa alternativa a guinéu-equatoriano; também o dicionário da Porto Editora e o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, consignam equato-guineense, apesar de ambos acolherem paralelamente guinéu-equatoriano. Observe-se que na forma de feminino guinéu-equatoriana, registada no Vocabulário Ortográfico do Português (VOP) e no Vocabulário Ortográfico Comum, não varia o adjetivo guinéu, embora o feminino correspondente seja guineia (cf. VOP), o que se explica por, num adjetivo pátrio composto, se manter sem alteração o primeiro elemento (Cabo Verde → cabo-verdiana; Nova Iorque → nova-iorquino).

Nuno Carvalho
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: nome próprio
Áreas Linguísticas: Léxico; Morfologia Campos Linguísticos: Gentílicos; Atestação/Significado de palavras