O valor negativo da locução «Sei lá!» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O valor negativo da locução «Sei lá!»

Tenho uma pergunta em relação ao uso da expressão «sei lá!» Por que razão tem esta o valor negativo de «não sei» quando não comporta qualquer marcador de negação?

Obrigada pela atenção.

Ana França Estudante Lisboa, Portugal 42

Há palavras que ganham valores semânticos que contrariam, por vezes, a sua vocação primária. É o caso do advérbio que, na frase citada pela consulente «sei lá!», adquire um valor negativo, distante da sua primeira aceção, isto é, marcador de lugar.

João Costa, no seu estudo sobre O Advérbio em Português Europeu, p. 75, realça o valor negativo do advérbio lá:

«O advérbio pode denotar polaridade negativa em frases exclamativas como:

a. Eu lá tenho vontade de ir trabalhar! (= Eu não tenho vontade de ir trabalhar)

b. Ele lá gosta disso! (= Ele não gosta disso)

c. O Pedro lá pensa nessas coisas! (= O Pedro não pensa nessas coisas)» 

No entanto, este advérbio não substitui na íntegra o advérbio de polaridade não, pois

 – não se pode usá-lo para respostas a interrogativas totais: «Queres pão? Não / *lá¹»

 – ou «pode co-ocorrer com o advérbio de polaridade não, transformando uma frase negativa em positiva: Eu lá não te deixava entrar! (= Eu deixo-te entrar)»

Em conclusão, «Sei lá!» enquadra-se neste âmbito do valor negativo de , significando, como diz a consulente, «Não sei».

¹ frase agramatical    

Maria Eugénia Alves
Tema: Classes de palavras Classe de Palavras: advérbio
Áreas Linguísticas: Semântica