«Morrer às mãos de» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Morrer às mãos de»

A expressão «às mãos de», como em «morrer às mãos dos gregos», está correcta?

Obrigado.

Pedro Batista Designer Lisboa, Portugal 1K

A locução «às mãos de» está correta, pois regista-se como expressão fixa, por exemplo, no dicionário da Academia das Ciências de Lisboa («morrer às mãos de alguém», subentrada de morrer) e Dicionário Estrutural, Estilístico e Sintático da Língua Portuguesa (entrada «morrer às mãos de»), de Énio Ramalho. Mas também poderia escrever-se: «morrer nas mãos dos gregos» ou «morrer pelas mãos dos gregos». O verbo morrer pode reger diferentes contrações de preposições com determinantes artigos, e estas podem significar o meio pelo qual gregos, troianos ou latinos venham a morrer.

A utilização da expressão «morrer às mãos de...» está patente na literatura:

1 – «Tersites veio a morrer às mãos de Aquiles» [Cardoso, Jerónimo. (2009). Obra Literária. Tomo II. Poesia Latina. Portvgaliae Monvmenta Neolatina. Coimbra. Imprensa da Universidade de Coimbra, p. 405].
).

2 – «Preferimos morrer às mãos de um homem!» [Mehushkháy, Yaoúshua. (2014). Sagradas Escrituras. Teresópolis, Rio de Janeiro.Tereart Editora, p. 144].

Filipe Carvalho
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: locução
Áreas Linguísticas: Léxico Campos Linguísticos: Expressões idiomáticas