«Grata a» vs. «grata por» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Grata a» vs. «grata por»

O que é mais correcto: «Estou grata por este dia de sol», ou «Estou grata a este dia de sol»?

A questão é se o objecto da gratidão (este dia de sol) deve ser precedido de por ou de a. No mesmo sentido, quando se deve usar «grata por...» e «grata a...»?

Obrigada.

Fátima Osório Administrativa Carcavelos, Portugal 42

Ambas as construções apresentadas estão corretas – «estar grato a...» e «estar grato por...». No entanto, o uso diferenciado das preposições confere às frases significados diferentes.

Quando afirmamos a nossa gratidão dizendo «estou grato...», dirigimo-nos a alguém por causa de alguma coisa feita em nosso favor ou benefício. Assim, afirmando «estou grata por este dia de sol» significa que eu estou grata a alguém – no caso, não se explicita quem –, pela razão de proporcionado alguma coisa («dia de sol»).

Por outro lado, em «estou grata a este dia de sol», agradeço ao dia de sol alguma coisa feita a meu favor que não fica explícita. A estranheza desta segunda sequência pode estar no facto de o agradecimento ser dirigido a uma entidade não animada, marcada pela expressão nominal  «dia de sol». Acontece, porém, que, na frase, se atribuem propriedades humanas a «dia de sol», num processo de personificação que faz a expressão equivaler a uma pessoa a quem se agradece.

Sara Mourato
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: preposição
Áreas Linguísticas: Fonética Campos Linguísticos: Semântica nominal; Regência