«Está à espera de quê?»

Ouve-se, constantemente, a interrogação «está à espera do quê?».

Não deveria ser «está à espera de quê?»?

A visita diária a esta página faz parte dos meus costumes. Felicito-vos pelo excelente trabalho na defesa do património linguístico português.

José Costa Engenheiro civil Almada, Portugal 3K

Agradecemos o apreço em que tem o nosso trabalho, esperando que possamos continuar a corresponder às expetativas dos que se nos dirigem.

A dúvida do consulente deve-se ao facto de se tratar de um caso em que é usada uma das formas tónicas do pronome interrogativo (quê, o quê), o que implica «a posição final dos constituintes interrogativos» (Mira Mateus et alli, Gramática da Língua Portuguesa, Lisboa, Caminho, 2003, p. 474).

Ora, se se alterasse a ordem das palavras dessa frase interrogativa, o enunciado ficaria deste modo:

«De que é que estás à espera?» (e não, *«de o que é que estás à espera?»)

Portanto, ao optar-se pela forma tónica do constituinte interrogativo, apercebemo-nos de que a forma correta é:

«Está à espera de quê?» (e não *«está à espera do quê?»)

Do mesmo modo, poder-se-ia dizer «Está à espera de quem?» ou «De quem está à espera?».

Nota: Diferente seria o caso de uma frase como «Queres o quê?» (e não, *«Queres quê?»), pois a interrogativa na ordem direta seria «O que queres?» ou «O que é que tu queres?» (e não *«Que queres?»).

* = Agramatical.

Eunice Marta
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: pronome
Áreas Linguísticas: Discurso/Texto ; Sintaxe Campos Linguísticos: Ordem dos constituintes ; Regência