Ditongo nasal átono - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Ditongo nasal átono

Como podemos definir ditongo nasal átono?

 

Edlane Brandão Estudante Itabuna, Brasil 7K

Muito simples: é um ditongo nasal que se encontra em sílaba que não recebe acento tónico.

Normalmente, os ditongos nasais do português encontram-se na última sílaba e são tónicos, quando se grafam com -ão-, -ãe- ou  -õe- (substantivos, adjectivos, formas de futuro do indicativo): p. ex., lição/lições (substantivo), alemão/alemães (adjectivo e substantivo), comerão (futuro do indicativo de comer).

No entanto, as palavras  acabadas em -am e -em têm um ditongo átono na sílaba final: comeram, fazem, imagem. Outras, substantivos e adjectivos, terminam em -ão átono e, por isso, são palavras graves, grafadas com acento agudo na penúltima sílaba: órgão, orégão, órfão.

Carlos Rocha
Áreas Linguísticas: Fonética; Ortografia/Pontuação Campos Linguísticos: Pronúncia; Acento