Astrofobia, astrapofobia, brontofobia e ceraunofobia - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Astrofobia, astrapofobia, brontofobia e ceraunofobia

Dos termos astrofobia, astrapofobia, brontofobia e ceraunofobia, qual o mais correcto para a «fobia a relâmpagos»?

Ivo Silva Escriturário Porto, Portugal 7K

O Dicionário Eletrônico Houaiss diz que astrofobia é «sentimento de pavor aos trovões e aos relâmpagos; astrapofobia»; e considera que a palavra vem de «astr(i/o)- + -fobia; f[orma] hist[órica] 1899 astròphobia». Sobre astrapofobia (de «astrap(o)- + -fobia»), diz que é um termo da psicopatologia, tratando-se de «pavor de relâmpagos e trovões; astrofobia». Quanto a brontofobia (de bront(o)- + -fobia), também vocábulo da psicopatologia, é «medo doentio de trovões». Finalmente, ceraunofobia (de «ceraun- + -o- + -fobia») quer dizer «medo excessivo de raios, de descarga aérea».
O Dicionário de Termos Médicos, de Manuel Freitas e Costa, edição da Porto Editora, regista igualmente astrofobia («medo doentio dos astros e do espaço celeste ou firmamento»), astrapefobia ou astrapofobia («medo mórbido de relâmpagos e trovões»), brontofobia («medo doentio de trovoadas») e ceraunofobia («medo doentio de raios»).

O Dicionário da Língua Portuguesa 2008, da Porto Editora, regista astrofobia («pavor mórbido causado pelos relâmpagos e trovões»), mas não acolhe os outros vocábulos, o que parece querer dizer que estes são termos de uso mais restrito, confinados provavelmente à área da psicopatologia.

Nesta perspectiva, e dada a sinonímia entre os vocábulos, são todos correctos, mas é preferível o termo astrofobia, atendendo a que é o mais usual e conhecido pela maioria dos falantes.

Carlos Marinheiro
Áreas Linguísticas: Etimologia; Léxico Campos Linguísticos: Composição; Atestação/Significado de palavras