A pronúncia "ons" da terminação -ões - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A pronúncia "ons" da terminação -ões

Eu sempre [soube] que o ditongo õe se pronuncia nos padrões europeu e brasileiro como um ditongo /õj/, mas um dia vi que o Instituto Camões registra a pronúncia deste ditongo como um monotongo [õ] na sua página de Internet.

É por esta razão que solicito a sua ajuda, a fim de esclarecer esta questão.

Obrigado.

Uriel Serna Funcionário de escritório Cidade do México, México 238

Em relação à grafia <õe>, de calções, a transcrição só pode ser a do ditongo [õj̃] no português padrão tanto de Portugal como do Brasil.1

No entanto, é possível que haja pronúncias regionais em que ocorra a vogal [õ] com queda da semivogal (o ditongo passa a um som simples, ou seja, torna-se um monotongo). Por exemplo, em certos falares açorianos a forma <calções> é pronunciada [kalsõʃ], conforme observa J. M. Soares de Barcelos no seu Dicionário de Falares dos Açores (Coimbra: Livraria Almedina, 2008, pág. 22)2:

«[...] Os substantivos terminados em [ão], que no português padrão terminam em [ões], apresentam – tal como no Baixo AlentejoAlgarve – em muitas das ilhas a forma [ons], certamente com maior intensidade na Ilha de S. Miguel: calçons, garrafons, limons, varons, em vez de calçoes, garrafões, [limões], varões. Esta terminação também se ouve muito na Madeira e na parte sul-ocidental da Galiza

1 Verificámos a página em causa, e deteta-se um pequeno erro: num dos quadros intitulados "Vogais nasais" – o primeiro –, a forma verbal põe ilustra a ocorrência do segmento fónico [õ], mas, depois, a transcrição completa da palavra não inclui a semivogal nasal [j̃].

2 A transcrição fonética apresentada na citação não segue o alfabeto nem os critérios da Associação Fonética Internacional (AFI), que é a geralmente usada em trabalhos científicos. No contexto da AFI, as pronúncias da terminação em causa seriam transcritas como  como [õj̃ʃ], para o caso da norma-padrão, e [õʃ], para o do dialeto micaelense.

Carlos Rocha
Áreas Linguísticas: Fonética Campos Linguísticos: Pronúncia; Fenómenos fonéticos