A pontuação nas legendas de imagens - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A pontuação nas legendas de imagens

Apesar de ter já efectuado alguma pesquisa, não consigo encontrar uma regra de pontuação específica a aplicar nas legendas de imagens. Seja em trabalhos, livros ou outros, ao legendarmos uma determinada imagem, deveremos colocar pontuação se a nossa legenda for um texto e não pontuar se se tratar de um título ou uma descrição breve da imagem (ex.: nomes de pessoas, lugares, etc.)? No caso específico de termos de descrever, por exemplo, a posição das pessoas numa imagem (ex.: da esquerda para a direita, aninhados, em pé, etc.), deveremos colocar ponto final?

Márcia Pinto Administrativa Porto, Portugal 8K

A prática que pude observar em várias obras parece resumir-se a duas grandes tendências:

1. A legenda é constituída apenas por um nome ou uma sequência curta de palavras que descrevem uma imagem. Não há ponto final, embora seja possível encontrar dois-pontos e travessão no interior da sequência; p. ex.:

«Teatro de São João (1909) — Marques da Silva» (José-Augusto França, A Arte em Portugal no Século XIX, volume II, Lisboa, Bertrand Editora, 1990, pág. 165.)

2. Há legendas com certa extensão, constituídas por várias frases, nas quais se usa a pontuação como em qualquer outro texto; p. ex.:

«Em baixo, Costa Pinheiro, D. João III, 1966, Pintura (col. Manuel de Brito). As ondas do mar, em baixo, representadas com linhas tensas, adquirem características ornamentais.» (Rui Mário Gonçalves, A Arte Portuguesa do Século XX, Lisboa, Círculo de Leitores, 1988, pág. 22.)

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma