A expressão regional «andar à torrina do sol» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A expressão regional «andar à torrina do sol»

A expressão idiomática «andar à torrina do sol» é muito utilizada no Alentejo, particularmente no nordeste alentejano.

No entanto, a palavra torrina está ausente dos dicionários de língua portuguesa (pelo menos nos inúmeros que consultei).

Gostaria de saber se devo excluí-la da minha linguagem escrita por ser incorrecta, ou se se trata apenas duma falha dos nossos dicionários.

Muito obrigado.

António Vivas Desenhador técnico Odivelas, Portugal 2K

A palavra torrina parece ser um regionalismo que, como indica, estará presente no vocabulário do nordeste alentejano. No entanto, nos dicionários de que dispomos, nomeadamente no Dicionário de Expressões Populares Portuguesas, de Guilherme Augusto Simões, e no Dicionário de Falares do Alentejode Vítor Fernando BarrosLourivaldo Martins Guerreiro, não encontramos atestação da mesma. Sugerimos que torrina se tenha formado a partir da palavra tórrido, «quente em excesso; ardente» (Dicionário Eletrônico Houaiss, Rio de Janeiro: Instituto Houaiss/Objetiva, 2001), uma vez que a expressão «andar à torrina do sol» pressupõe «andar ao sol num dia tórrido/de muito calor».

Observe-se que os dicionários gerais nem sempre registam os regionalismos, o que não quer dizer que estes estejam incorretos. Deve é ter-se em atenção que eles raramente têm cabimento em certos registos, por exemplo, nos mais formais ou especializados.

Sara Mourato
Tema: Origem de palavras Classe de Palavras: locução
Campos Linguísticos: Expressões idiomáticas