A distinção de nada, como nome ou como pronome indefinido - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A distinção de nada,
como nome ou como pronome indefinido

Em primeiro lugar, deixem-me agradecer o quanto a vossa ajuda é preciosa para todos (alunos e professores). Agora, gostaria que me ajudassem a esclarecer uma dúvida. Na frase «Mas hoje, vendo que o que sou é nada», a palavra «nada» é um pronome indefinido ou um substantivo? Como explicar a diferença entre ambos?

Obrigada.

Maria Cunha Professora Guimarães, Portugal 2K

    Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências de Lisboa, a palavra nada é um pronome indefinido quando empregado em frases negativas, e é esta a única forma de distinguir o nome nada do pronome indefinido nada.

     Assim, na frase «Mas hoje, vendo que o que sou é nada»¹, o vocábulo destacado tem de ser classificado como nome, atendendo a que a frase em que se insere é afirmativa.

 

¹A frase é um verso do poema de Fernando Pessoa, «A criança que fui chora na estrada.», que transcrevemos:

A criança que fui chora na estrada.

Deixei-a ali quando vim ser quem sou;

Mas hoje, vendo que o que sou é nada,

Quero ir buscar quem fui onde ficou.

 

Ah, como hei-de encontrá-lo? Quem errou

A vinda tem a regressão errada.

Já não sei de onde vim nem onde estou.

De o não saber, minha alma está parada.

 

Se ao menos atingir neste lugar

Um alto monte, de onde possa enfim

O que esqueci, olhando-o, relembrar,

 

Na ausência, ao menos, saberei de mim,

E, ao ver-me tal qual fui ao longe, achar

Em mim um pouco de quando era assim. 

Aura Figueira
Tema: Classes de palavras Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Gramática