Nuno Pacheco - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Nuno Pacheco
Nuno Pacheco
29K

Jornalista português, redator-principal do diário Público.

 
Textos publicados pelo autor
Voltámos à “recepção”? <br>  Mas afinal que país é este, hã?
Os erros induzidos pelo Acordo Ortográfico de 1990

«Ironias à parte, é de facto extraordinário como de vez em quando, nos órgãos de comunicação social portugueses, há palavras bem escritas no meio da traficância quase extraterrestre que nos vem contaminando a expressão gráfica (e, já agora, em certas palavras também a fala) desde há uns catorze anos a esta parte, a pretexto do chamado Acordo Ortográfico de 1990 (AO90)» – opina o jornalista português Nuno Pacheco a respeito do estado da ortografia em Portugal num artigo incluído no jornal Público em 31 de agosto de 2023. Texto escrito conforme a norma ortográfica de 1945, seguida pelo autor.

Maluquices das traduções de português…<br> para português

«Como soaria Drummond de Andrade aportuguesado? E Fernando Pessoa abrasileirado? Há termos que desconhecemos?»

Artigo do jornalista português Nuno Pacheco, transcrito do Público do dia 14 de junho de 2023. Escrito segundo a norma ortográfica de 1945. 

A língua, a ortografia, voluntarismos e bajulações
A ideia de uma “língua portuguesa” igual para todos

«Foi o erro de se achar que havia uma “língua portuguesa” igual para todos, quando já era saudavelmente diferente consoante as geografias, que conduziu ao desastre do Acordo Ortográfico de 1990», sustenta o jornalista Nuno Pacheco em artigo de opinião incluído no jornal Público em 4 de maio de 2023. Texto escrtito segundo a norma ortográfica de 1945

Dicionário da Academia: <br>uma óptica, muitas “deceções”
Sobre o atualizado Dicionário da Língua Portuguesa , via digital

«A transposição do antigo Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, coordenado por Malaca Casteleiro, baseou-se na adaptação da ortografia de 1945 (nele usada) à de 1990, exceptuando as citações de textos antigos. Com um truque: para cada palavra, usa-se um “ou” que soa algo hipócrita.» São cnsiderações muito críticas do jornalista Nuno Pacheco, a propósito do lançamento da versão digital do atualizado dicionário da Academia das Ciências de Lisboa, num artigo de opinião incluido no jornal Público em 27 de abril de 2023. Mantém-se a ortografia de 1945, seguida pelo autor.

Nomes que avivam memórias, <br> neste outro 25 de Abril
49 anos de vida e cultura democráticas

«[...] [D]e entre centenas de livros editados desde 1974 com o 25 de Abril por mote, tropeçámos num que faz agora dez anos e que, sob um título anódino (25 Abril 1974 Liberdade), retrata em pequenos textos e outros tantos retratos desenhados "80 figuras que marcaram os anos da revolução"» – diz o jornalista Nuno Pacheco sobre um livro que evoca dezenas de figuras que marcaram a vida política a partir da Revolução. Crónica incluída no jornal Público em 20 de abril e aqui transcrita com a devida vénica, mantendo a ortografia do original.