1.ª Reunião do Conselho da Ortografia da Língua Portuguesa no Porto - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
1.ª Reunião do Conselho da Ortografia da Língua Portuguesa no Porto
Encontro reúne especialistas dos oito países de língua oficial portuguesa
457

O Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), em parceria com a Universidade do Porto, organizam a 1.ª Reunião Ordinária do Conselho de Ortografia da Língua Portuguesa (COLP), que tem lugar na Casa de Pernambuco, no Porto, nos dias 7 e 8 de outubro de 2019. Do encontro, são anfitriões o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva; o reitor da Universidade do Porto, António Sousa Pereira; e o presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, Luís Faro Ramos. Após a sessão de abertura, terá lugar uma homenagem aos académicos Evanildo Bechara, da Academia Brasileira de Letras, e João Malaca Casteleiro, da Academia das Ciências de Lisboa, promovida pela equipa central do Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa (VOC), com apoio do IILP e da Universidade do Porto.

Na nota de imprensa que foi emitida acerca desta reunião pode ler-se ainda:

«O COLP é composto por especialistas em ortografia dos Estados-membros da CPLP, nomeados pelos respetivos países.

São objetivos do COLP

– acompanhar do ponto de vista técnico a aplicação da norma ortográfica definida pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, de 1990;
– elaborar formulações claras e unívocas para as normas ortográficas existentes;
– criar um corpo bibliográfico e literário sobre a ortografia do português e sobre a sua gestão;
– propor modelos de gestão e desenvolvimento do VOC e projetos associados, tais como as Terminologias Científicas e Técnicas Comuns (TCTC), em estudo no seio do IILP.»

 

 CfConselho de Ortografia da Língua Portuguesa vai realizar 1.ª reunião 

Conselho da Ortografia da Língua Portuguesa reúne-se para definir áreas de intervenção

 

Porto, 04 out 2019 (Lusa) – O Conselho da Ortografia da Língua Portuguesa, um órgão técnico recém-criado pelo Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), vai reunir-se segunda e terça-feira na Universidade do Porto para definir as «áreas prioritárias da sua intervenção», revelou hoje o responsável.

Em entrevista à [agências de notícias] Lusa, João Veloso, docente da Universidade do Porto e um dos quatro representantes nacionais deste órgão do IILP, explicou hoje que a reunião visa «definir a organização, estrutura e regulamento interno» do Conselho da Ortografia da Língua Portuguesa.

Além da atribuição de funções, a reunião servirá também para definir as «áreas prioritárias» de intervenção deste órgão técnico que reúne representantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

«As áreas de intervenção para os próximos meses serão as terminologias técnico-científicas, a conclusão dos vocabulários ortográficos nacionais e o Acordo Ortográfico», frisou.

Segundo João Veloso, este novo órgão surge da necessidade de o IILP «criar uma estrutura mais técnica», que acompanhasse «de perto» questões relacionadas com o Acordo Ortográfico e com alguns projetos científicos desenvolvidos no âmbito da língua portuguesa.

«A função deste novo conselho é acompanhar também de perto a parte mais técnica e científica», afirmou, adiantando que neste momento estão a ser desenvolvidos três projetos.

À Lusa, o docente da Universidade do Porto adiantou que um dos projetos assenta na elaboração de um vocabulário ortográfico comum e outro na criação de um certificado de proficiência em língua portuguesa que tem como objetivo substituir os dois certificados que existem atualmente (português e brasileiro).

Iniciado este ano, o terceiro projeto visa a criação de terminologias comuns técnico-científicas, com o objetivo de tornar, em algumas áreas, a linguagem «mais uniformizada» dentro do espaço da CPLP.

«Neste momento, há uma experiência em curso na área da informática e na área da indústria petrolífera. Sabemos que há termos no Brasil, em Cabo Verde e em Portugal que têm terminações diferentes e o que estamos a tentar é harmonizar o mais possível o uso dessa terminologia e, quando tal não for possível, encontrar um termo comum ou tabelas de equivalência», explicou.

A primeira reunião deste órgão, que decorre segunda e terça-feira à porta fechada, contará com a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva.

Na segunda-feira, a sessão conta ainda com uma homenagem ao professor, gramático e filólogo brasileiro Evanildo Bechara* e ao filólogo português João Malaca Casteleiro*.

 

* À esquerda o professor e filólogo João Malaca Casteleito, e à direita o professor, gramático e filólogo Evanildo Bechara.