Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Português na 1.ª pessoa Acordo Ortográfico Artigo
Parlamento português constitui novo grupo de trabalho sobre o Acordo Ortográfico de 1990
Parlamento português constitui
novo grupo de trabalho sobre o Acordo Ortográfico de 1990
Iniciativa da Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto da Assembleia da República

O parlamento português, no âmbito da sua Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto – no seguimento de um anterior, em 2004 –, constituiu um grupo de trabalho para Avaliação do Impacto da Aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, com audições a várias entidades e personalidades com posições públicas sobre esta querela de há 20 anos. Depois das duas primeiras audições do presidente da Academia de Ciências de LisboaArtur Anselmo, no dia 7 de fevereiro de 2017 (aqui), e linguistas Margarita Correia e José Pedro Ferreira, em representação do CELGA-ILTEC, no dia 22 de fevereiro de 2017 (aqui) –, deixamos a seguir os diversos registos das audições que se seguiram, posteriormente.

 

Associação Portuguesa de Linguística (realizada no dia 22 de março de 2017). Aqui.

José Jorge Letria – presidente da Sociedade Portuguesa de Autores (realizada no dia 29 de março de 2017). Aqui.

ANPROPORT – Associação Nacional de Professores de Português (realizada no dia 15 de março de 2017. Aqui.

• Linguista João Malaca Casteleiro (realizada no dia 4 de abril de 2017, indisponível ainda.)

Ana Paula Laborinho (presidente do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua). Audição agendada para o dia 12 de abril de 2017.