Sobre a classificação do por que (Brasil) - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Sobre a classificação do por que (Brasil)

A dúvida é quanto à classificação de um termo na frase. A gramática traz no tópico "advérbios interrogativos" a seguinte frase:

«Por que ela não veio? classifica o "por que" como advérbio interrogativo tanto nas interrogativas diretas como indiretas.»

Dúvida: se eu colocar a frase na indireta — «Gostaria de saber por que ela não veio», esse "por que" não é uma conjunção de causa, já que temos uma oração subordinada?

Como classificar? Advérbio ou conjunção?

Eliane Quinelato Professora Limeira, Brasil 3K

Na bibliografia que consultei respeitante ao português do Brasil, os gramáticos são unânimes em classificar o por que como advérbio interrogativo, referindo que o mesmo introduz orações interrogativas directas ou indirectas.

A frase «Gostaria de saber por que ela não veio» contém uma oração subordinada, não adverbial causal, mas, sim, completiva, que corresponde a uma interrogativa indirecta.

Para ser classificada de adverbial causal, teríamos de ter expressa a causa, por exemplo: «Ela não veio, porque ficou doente.» Neste caso, sim, estamos perante o porque – conjunção causal.

Disponha sempre!

Sandra Duarte Tavares
Tema: Uso e norma
Áreas Linguísticas: Morfologia; Ortografia/Pontuação