Rima toante vs. rima soante - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Rima toante vs. rima soante

Nas palavras céu e desapareceu, a rima é toante ou consoante?

Sara Alves Professora Lisboa, Portugal 58

   Na Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso Cunha e Lindley Cintra, pp. 691-699, 2ª ed., faz-se a distinção entre as variedades de rima.

   Quando a correspondência dos sons é completa, a rima diz-se soante ou consoante ou, simplesmente, consonância: -ora (amoranora). A partir da vogal tónica igualam-se todos os fonemas, vogais e consoantes.

   Se há conformidade apenas da vogal tónica, ou das vogais a partir da tónica, a rima diz-se toante, assonante ou assonância: i - o (amigo, filho). Apresenta uma identidade de vogais a partir da vogal tónica.

   As palavras da consulente, céu e desapareceu, enquadram-se no exemplo de Cunha e Cintra de rima toante, em que nem sempre há identidade absoluta entre os sons dispostos em rima. É um dos casos de rima imperfeita, consagrados pelo uso, da vogal acentuada e aberta com fechada: 

«Quem disse à estrela o caminho

Que ela há-de seguir no céu?

A fabricar o seu ninho

Como é que a ave aprendeu

(Almeida Garrett)» 

 

Cf.  Rimas: pobre, rica, rara, externa, interna, consoante, toante (ou assoante)

Maria Eugénia Alves