Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Orientar para ...»

Antes de mais, gostaria de agradecer o vosso trabalho em prol da língua portuguesa. Tenho uma dúvida relativamente à regência do verbo orientar. Deve dizer-se «orientar para» ou «orientar a»?

Agradeço antecipadamente a vossa atenção e continuação de um bom trabalho.

Nuno Ribeiro Jornalista Porto, Portugal 323

O verbo orientar é transitivo direto como, por exemplo, em a) Os pais orientam os estudos dos filhos, e transitivo direto e indireto, em b) A estrela polar orientou os reis Magos para Oriente ou, ainda, numa aceção pronominal, como em c) A multidão orientava-se para o sul.

Assim, o verbo orientar pode selecionar um complemento oblíquo, quando expressa a ideia de deslocação ou direção. Nesse caso, a preposição selecionada é para, como se observa em b) e c).

Na frase O professor orientou os alunos para que obtivessem bons resultados na provapara que obtivessem bons resultados na prova é uma oração subordinada adverbial final, introduzida pela locução para que.

A questão do consulente  – a quem  agradecemos as generosas palavras para com o Ciberdúvidas – carece do contexto frásico para que a resposta seja mais direcionada.

 

N.B.: O verbo orientar também pode selecionar a preposição por, como em e) Eu oriento-me por valores cristãos.

(C.f. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa)

Brígida Trindade
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: verbo
Áreas Linguísticas: Sintaxe Campos Linguísticos: Regência