O uso adjetival de in situ - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O uso adjetival de in situ

Existe forma plural de in situ? Está correto dizer “a prática in situ”? E dizer “as prática in situs”?

Rosa Costa Professora Lisboa, Portugal 42

A expressão latina in situ significa «no próprio local; (anatomia geral) que está em seu lugar natural ou normal (diz-se de estrutura ou órgão); (oncologia) que permanece confinado ao local de origem, sem invadir os tecidos vizinhos (diz-se de tumor)»  (Dicionário Houaiss). 

Esta locução adverbial, que pode também parecer como modificador de nome ou predicativo do sujeito, não se pluraliza. Veja-se os grupos preposicionais que surgem como modificadores de nome: «trabalho em curso» e «trabalhos em curso». No caso, «em curso» – grupo preposicional que surge como modificador – não se pluraliza, tal como in situ (ou in loco, expressão que pode ter a mesma aceção que in situ). 

Sara Mourato
Áreas Linguísticas: Morfologia Flexional Campos Linguísticos: Concordância