O termo médico acromioclavicular - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O termo médico acromioclavicular

Devo colocar hífen entre as palavras «acrômio clavicular»?

Lúcia Marinho de Azevedo Sawaya Psicóloga São Paulo, Brasil 5K

Segundo os vocabulários ortográficos da Porto Editora e da Academia Brasileira de Letras1, a ortografia deste adjetivo de dois géneros é sem hífen: acromioclavicular. A palavra está registada no Dicionário de Termos Médicos (em linha) e no Dicionário Eletrônico Houaiss (Rio de Janeiro: Instituto Houaiss/Objetiva, 2001) e é um composto morfológico etimologicamente híbrido, porque constituído por um radical de origem grega – acromi(o), «do gr. akrômion, ou "parte superior do ombro, cume da espádua"» (Houaiss) – e pelo adjetivo clavicular – de clavícula, do «latim clavicŭla, ae, literalmente "chave pequena", no latim medieval termo de anatomia, diminutivo de clāvis, is, "chave"» (idem) + -ar, sufixo adjetival. Semanticamente, a palavra refere-se «à articulação do acrômio com a clavícula» (Dicionário Eletrônico Houaiss).

O termo em apreço não é registado no Vocabulário Ortográfico do Português (ILTEC) nem no Vocabulário Ortográfico Atualizado da Língua Portuguesa (Academia das Ciências de Lisboa).

Sara Mourato
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: adjectivo
Áreas Linguísticas: Léxico; Ortografia/Pontuação