O nome do habitante de uma vila - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O nome do habitante de uma vila

Como se chama o habitante de uma vila? E qual o seu feminino?

Manuela Barradas Professora do ensino secundário Sendim, Portugal 8K

O habitante da vila é historicamente o vilão. Esta palavra tem por origem ‘villanu-‘, do baixo latim, com o significado de habitante da ‘villa’, que era uma propriedade rural.
Na Idade Média, o vilão era homem livre que não pertencia à nobreza.
A palavra vilão adquiriu conotações negativas e, por isso, também significa grosseiro, avarento e desonesto.
Estas marcas negativas dão lugar a que se evite o uso de vilão para um habitante de uma vila, pois este vocábulo pode ser considerado ofensivo.
O feminino de vilão é vilã (como habitante da vila e com sentido de pessoa desonesta) e viloa (mormente como habitante da vila ou como trabalhadora do campo).
Conclusão:
Devemos preferir «o habitante da vila» e «a habitante da vila» para evitarmos possíveis melindres, tanto mais que, nos filmes americanos, o «mau da fita» é normalmente designado por vilão.

N.E.- Paulo Fávio Ledur e Paulo Sampaio (Sampapaulo) escrevem em Os Pecados da Língua (ACE Editora, Porto Alegre, 1995,Volume II): «Ele é o vilão da história. Vilão era o nome utilizado para referir o cidadão que que morava na vila, o urbano. Talvez por falta de confiança do homem do campo nas suas relações com o vilão, o termo adquiriu o sentido pejorativo, diminuído, de hoje.»

A. Tavares Louro
Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Léxico; Morfologia Campos Linguísticos: Contrastes de género; Atestação/Significado de palavras