O comparativo numa frase coordenada - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O comparativo numa frase coordenada

Na frase «Este iogurte é tão saboroso como esse e é menos caro», será que podemos considerar como um superlativo relativo de inferioridade ou apenas comparativo de inferioridade?!

Graça Pestana Prof. Madeira, Portugal 589

A frase «Este iogurte é tão saboroso como esse e é menos caro» inclui uma construção comparativa com mais do que um operador de grau comparativo.

Como é sabido, as construções comparativas tradicionais ordenam dois graus ou duas quantidades através da relação entre dois termos de comparação. Esta relação pode ser de superioridade, igualdade ou inferioridade, sendo cada valor específico marcado por um operador comparativo específico (mais, tão, menos):

(1)  «O João é mais trabalhador do que a Rita.»

(2)  «O João é tão trabalhador como a Rita.»

(3)  «O João é menos trabalhador do que a Rita.»

 Como se observa nas frases anteriores, nas construções comparativas é comum ter lugar a elipse do verbo do segundo termo de comparação, que se reconstitui por ser o mesmo do primeiro termo de comparação:

(1a) «O João é mais trabalhador do que a Rita é trabalhadora.»

(2a) «O João é tão trabalhador como a Rita é trabalhadora.»

(3a) «O João é menos trabalhador do que a Rita é trabalhadora.»

É também possível identificar estruturas comparativas nas quais se utiliza mais do que um operador comparativo:

(4)  «O João é mais trabalhador do que a Rita, mas menos rápido.»

Esta frase é interpretada como se o complemento do segundo operador comparativo fosse expresso:

(4a) «O João é mais trabalhador do que a Rita, mas menos rápido do que a Rita

Esta mesma análise se aplica à frase apresentada pela consulente, que permite classificar as frases (5) e (5a) como equivalentes:

(5)  «Este iogurte é tão saboroso como esse e é menos caro.»

(5a) «Este iogurte é tão saboroso como esse e é menos caro do que esse.»

 Assim sendo, na frase em apreço, temos duas orações coordenadas comparativas (a primeira com um valor de igualdade e a segunda com um valor de inferioridade) que se encontram ligadas por uma construção copulativa introduzida pela conjunção e.

Carla Marques