As expressões «levar ao lume» e «lume brando» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
As expressões «levar ao lume» e «lume brando»

Gostaria de saber a vossa opinião acerca das expressões indicadas: «levar ao lume», «lume brando» e certamente muitas mais que agora me escapam. Ainda será correto usá-las, sendo que, hoje em dia, não há "lume", já que os fogões tradicionais foram substituídos por placas elétricas e afins?

Haverá alguma alternativa mais atual?

Muito obrigada.

Helena Cotovio Tradutora Marinha Grande, Portugal 144

Não é descabido manter o uso das expressões em questão. Na verdade, a palavra lume e as expressões que a incluam continuam a ser empregadas em alusão à atividades na cozinha, mesmo no contexto da promoção de placas elétricas ou outras. É o que se pode confirmar pelos textos de alguns sítios eletrónicos de fabricantes destes equipamentos; por exemplo:

(1) «Aquece mais depressa do que qualquer outro tipo de placa e o controlo preciso do nível de aquecimento permite alternar entre lume brando e lume forte num instante.» (sítio eletrónico da Electrolux)

Mas, querendo ir ao encontro de critérios de coerência com a realidade, é possível criar fórmulas que ainda não estão fixadas (lexicalizadas) na língua. Uma sugestão, com base no exemplo (1):

(2) «Aquece mais depressa do que qualquer outro tipo de placa e o controlo preciso do nível de aquecimento permite alternar entre baixa temperatura e alta temperatura num instante.»

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Léxico Campos Linguísticos: Atestação/Significado de palavras