Arquaia - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Arquaia

Sou docente de Microbiologia na Universidade do Algarve, e deparo-me frequentemente com a necessidade de criar novos termos. Quando aqui há uns anos, se descobriu um novo tipo de bactérias e se criou o novo taxon «Archaeobacteria», verifiquei rapidamente haver disparidades nas traduções para português, que iam desde arqueo-bactérias a arquiobactérias.

Com a revisão da Sistemática dos seres vivos com base nas relações filogenéticas, criou-se o novo domínio das «Archaea» (em latim), completamente separado das restantes bactérias que passaram a designar-se por «Eubacteria».Quando falo aos alunos nos dois ramos de bactérias existentes, gostaria de poder falar em português nas eubactérias e nas arquaea, mas tenho dúvidas se devo escrever arquaea ou arquea ou mesmo arqueia.

Será que me podem dizer qual será a forma mais correcta? Muito obrigada.

Maria Margarida Prazeres Reis Portugal 2K

Há dias fizeram-me pergunta semelhante quanto à designação archaea. Respondi então (o que agora resumo) que, com base no grego, e para não termos um híbrido greco-latino, devia escrever-se archaia, com um plural archaiae, em latim potanto. Isto em português poderia representar-se por arquaia, no sing. fem., no plural arquaias, ou mesmo, com boa-vontade, arqueia e arqueias. Logo, as restantes formas estão mais ou menos erradas.

F. V. Peixoto da Fonseca