A pronúncia de olfacto, peremptório, dicção, carácter e caracteres - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A pronúncia de olfacto, peremptório, dicção, carácter e caracteres

Pergunto: segundo a norma de pronúncia-padrão, pronunciam-se as consoantes c-p-c (que estão seguidas de outra consoante) nas palavras em epígrafe? Em caso afirmativo, segundo o Novo Acordo, vão manter-se, não é verdade? E se houver pessoas que sempre pronunciaram "dição", "perentório", é erro escreverem como as pronunciam, ou podem considerar-se correctas as duas grafias?

José Carvalho Aposentado da função pública Bragança, Portugal 7K

Em português europeu, tudo depende do que se considera o padrão de pronúncia de cada uma das palavras apontadas. Isto significa que certas pronúncias ficarão excluídas da nova ortografia, mesmo que em Portugal elas possam ser significativas ao nível de certos grupos sociais ou de certos falares regionais que não constituem a base da norma europeia.

Consultando o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências de Lisboa (DLPC), e o Grande Dicionário da Língua Portuguesa, da Porto Editora (GDLP), verifica-se que há certa convergência na transcrição da pronúncia-padrão das palavras em referência1

olfacto: [ɔɫ`faktu] (DLPC), [ɔɫ`fatu] (GDLP

peremptório: [pɨɾẽ`tɔɾju] (DLPC), [pəɾẽ`tɔɾju] (GDLP

dicção: [di`ksãw] (DLPC), [di`ksãw] (GDLP

carácter: [kɐ`ɾaktɛɾ] (DLPC), [kɐ`ɾa(k)tɛɾ] (GDLP

caracteres: [kɐɾa`tɛɾɨʃ] (DLPC)

Note-se, contudo, que os dicionários em referência divergem quanto à pronúncia de olfacto. Além disso, mostram-se hesitantes relativamente a carácter: no DLPC, o singular carácter tem [k] antes da sílaba -ter, mas no plural caracteres, esse som desaparece; no GDLP, vemos que é opcional a pronúncia com [k]: cará[k]ter.

Concluo que, ao aplicar as novas regras a olfacto e carácter, ou se aceita a dupla grafia (olfacto/olfato e carácter/caráter) devido às mencionadas oscilações fónicas, ou será necessário decidir qual das pronúncias é a mais correcta para depois estabelecer a grafia adequada. 

1 Não foi possível reproduzir com fidelidade a marcação de acento tónico e o ditongo nasal das transcrições fonéticas das fontes consultadas. Assim, optou-se por um ` a preceder a sílaba tónica e por [ãw] para representar o ditongo nasal que ocorre, por exemplo, em cão.

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma
Áreas Linguísticas: Fonética; Ortografia/Pontuação