Acordo Ortográfico: a favor ou contra? - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Aberturas Abertura
Acordo Ortográfico: a favor ou contra?
Acordo Ortográfico: a favor ou contra?
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 599
1. Recordamos que é neste dia, 7 de Abril, que o parlamento português debate o novo Acordo Ortográfico, organizando para o efeito uma Conferência Internacional Parlamentar.

ONU2. «É preciso uma ortografia comum para uma política internacional unitária», afirma José António Pinto Ribeiro, o ministro da Cultura português. Internacionalmente, o novo Acordo Ortográfico pode constituir uma vantagem, mas propor o português, por exemplo, para língua oficial das Nações Unidas terá custos financeiros enormes. Fernando Venâncio alerta para outro tipo de consequências: o acordo pode reforçar o fechamento do vocalismo do português europeu.

3. Nas Lusofonias, divulgamos um texto que denuncia o perigo da adesão ao ‘Acordo de Londres para aplicação do artigo 65 da Convenção da Patente Europeia’, o qual prevê que se deixe de exigir a tradução para português das patentes em vigor em Portugal.

3. É melhor não esquecer: offshore não tem hífen; judeu pode ser adjectivo como judaico; as variedades também são linguísticas; os verbos recíprocos só se usam no plural (abraçamo-nos); vice- é principalmente usado como prefixo.