Iberofonia e pan-iberismo - Diversidades - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Início Outros Diversidades Artigo
Iberofonia e pan-iberismo
Iberofonia e pan-iberismo
Conceito e definição das línguas e culturas dos países ibéricos.

A obra Iberofonia e Pan-Iberismo. Definição e articulação do Mundo Ibérico do académico espanhol Frigdiano Álvaro Durántez Prados começa por definir o conceito apresentado no título: pan-iberismo, que mais não é que a abordagem geopolítica e de cooperação proposta pela associação dos países das línguas ibéricas do mundo, sem exclusões geográficas. Quanto a Iberofonia, é um termo que se refere às línguas ibéricas, aqueles que as falam ou as utilizam, mas não estritamente ao espaço de todos os povos e países que se expressam nessas línguas.

Partindo desta premissa, o autor do livro apresenta as bases do Espaço Multinacional de Países de Língua Espanhola e Portuguesa – o "Espaço Pan-Ibérico" ou "Iberofonia" –, espaço esse que cobre todos os continentes e é composto por cerca de 30 países e mais de 800 milhões de pessoas: a décima parte do planeta em termos demográficos e por volta do quinto na superfície, bem como o primeiro bloco linguístico do mundo a combinar espanhol e português.

Conclui-se que uma maior melhor articulação entre os países que constituem o Espaço Pan-Ibérico terá consequências relevantes e positivas: dará mais visibilidade e influência no mundo a todos os países de língua ibero-americana, promoverá a cooperação horizontal e triangular entre estados e sociedades de diferentes continentes e contribuirá para equilibrar em termos geoculturais a atual preponderância e hegemonia da língua inglesa e da visão de mundo anglo-saxónico em favor da diversidade cultural e linguística de toda a Comunidade Internacional.

 

O trabalho encontra-se escrito em espanhol, aqui

Fonte

Consultar o PDF aqui

Sobre a autora

Licenciada em Estudos Portugueses e Lusófonos pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e mestre em Língua e Cultura Portuguesa – PLE/PL2. Leitora no ISCTE.