Sobre a classificação de orações - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Sobre a classificação de orações

Sou professora de Português e numa conversa entre colegas surgiu a dúvida que passo a expor. Na classificação de orações, no caso da coordenação, a oração que encerra o sentido global da frase, pode ser designada por principal ou coordenante, sendo a outra a coordenada. No caso da subordinação, existe a oração subordinada e a subordinante ou principal. Ora aqui reside a questão. Será que no caso da subordinação, não se pode falar em oração principal, mas somente em subordinante? São aceites ambos os termos? Agradecia que me esclarecessem esta dúvida. Obrigada.

Vanda Pereira Portugal 2K

O termo principal não é aceite na subordinação, nem é unânime a sua aceitação, nem mesmo do termo coordenante, no caso da coordenação. Segundo a Nova Terminologia Linguística, as frases complexas podem ser coordenadas – nome que se dá a qualquer das frases envolvidas na coordenação – subordinantes e subordinadas.

No caso da coordenação dir-se-á apenas que elas são coordenadas ou que a frase que não contém a conjunção é o primeiro membro da coordenação, sendo a que contém a conjunção o segundo membro. Não se surpreenda, prezada consulente, se vir, aqui ou ali, a designação de coordenante, que tem sido utilizada por alguns estudiosos. Relativamente ao termo principal, que provavelmente aprendeu na escola, como eu, é para esquecer, no que se relaciona com a classificação sintáctica.

Se ainda não tem a Nova Terminologia Linguística, que saiu em Diário da República, no dia 24 de Dezembro de 2004, aconselho-a a procurar obtê-la. O Ciberdúvidas tem-na em linha e na página da DGIDC (Direcção-Geral da Inovação e do Desenvolvimento Curricular) em www.min-edu.pt está disponível, para copiar, uma base de dados que define cada um dos conceitos da terminologia e apresenta exemplos.

Edite Prada