Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Os símbolos de unidades de energia não métricas

No âmbito do nosso trabalho [...], fomos confrontados com a seguinte dúvida:

– Quando nos referimos a milhão/milhões devemos utilizar um ou dois “m”? Devemos utilizar mmbtu ou mbtu? Mmscf ou mscf? Sendo BTU referente a British Thermal Unit.

– Em inglês utiliza-se os dois “m” e algumas empresas transpuseram essa opção para o português. Está correto?

Esta dúvida aplica-se também aos seguintes termos:

mmbbl: milhões de barris.

mmboe: milhões de barris de petróleo equivalente.

mmboepd: milhões de barris de petróleo equivalente por dia.

mmbopd: milhões de barris de petróleo por dia.

Em suma, o que está definido para a língua portuguesa no que se refere à abreviatura de medidas que se referem a milhões?

Agradecemos desde já a vossa preciosa ajuda.

Ana de Almeida Tradutora Lisboa, Portugal 471

Btu (British Thermal Unit) é uma unidade de energia. É uma unidade não métrica, fora do Sistema Internacional de Unidades (SI), mas ainda utilizada nos Estados Unidos da América e outros locais, muitas vezes para expressar (em Btu/h) a potência de determinados aparelhos, como sucede com o material de ar condicionado. Até em Portugal, por hábito enraizado, a potência destes aparelhos ainda se expressa em Btu/h (nos restantes casos utiliza-se o watt como unidade de potência).

As determinações do BIPM (Bureau International des Poids et Mesures), no que respeita ao uso dos prefixos SI com unidades fora deste sistema. não incluem a British Thermal Unit (Btu). Porém, por uma questão de mera facilidade de escrita, será possível utilizar – por exemplo – o prefixo quilo (k)) e o prefixo mega, juntamente com o símbolo Btu para expressar respectivamente 1000 Btu e 1 000 000 Btu, ficando assim:

1 kBtu = 1000 Btu ; 1 MBtu = 1 000 000 Btu.

Note-se que não se deixa espaço entre o símbolo do prefixo e o símbolo da unidade. Do ponto de vista científico, não se deve usar minúscula para símbolo de milhão pois o símbolo correcto é "M".  Além disso, o símbolo "m" significa mili (milésima parte), ou seja 0,001, e por isso mesmo, escrever mBtu significaria precisamente 0,001 Btu. A não ser que se queira especificamente e conscientemente referir mBtu no seu contexto próprio onde, por exemplo, 3,4 mBtu representaria 3,4x0,001 Btu, ou seja, 0,0034 Btu.

Estas são as indicações decorrentes do uso dos prefixos SI e da prática científica. Porém, se há um hábito já enraizado entre as empresas do ramo, será prudente adoptar cautelas, adoptando um dos seguintes critérios:

1.  Por exemplo, se preferir manter a forma mmBtu, pode colocar, como nota do revisor que em termos científicos o prefixo "m" significa 1/1000, mas que, na gíria da indústria petrolífera se utiliza esse mesmo "m" para referir 1000. E que, nesse mesmo contexto se emprega o "mm" para referir 1 000 000.

2. Em alternativa, se decidir usar MBtu no texto, referir em nota do revisor que na indústria petrolífera se utiliza mmBtu;

3. Escrever por extenso  «milhões de barris» para evitar qualquer ambiguidade.

 

N. E. (10/1/2017) – O consultor não segue o Acordo Ortográfico de 1990.

Guilherme de Almeida
Tema: Línguas de especialidade Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Outros Campos Linguísticos: Abreviaturas