O antecedente de «cuja» na frase «D. Dinis foi um poeta cuja atividade decorreu nos séculos XIII-XIV» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O antecedente de «cuja»
na frase «D. Dinis foi um poeta cuja atividade decorreu nos séculos XIII-XIV»

Na frase «D. Dinis foi um poeta cuja atividade decorreu nos séculos XIII-XIV», o manual que utilizo considera o antecedente de cuja é «D. Dinis». A resposta está certa? Se sim, porquê?

Obrigada.

Guilhermina Rebocho Professora Évora, Portugal 42

O antecedente de cuja, na frase apresentada, é «um poeta».

Cujo é um determinante relativo que aponta para uma interpretação possessiva, estabelecendo uma relação entre uma entidade possuidora, que ele retoma no interior da oração subordinada, e uma entidade possuída, que ele determina, colocando-se à sua esquerda. Cujo necessita de um antecedente nominal que corresponde à referida entidade possuidora e é equivalente a um complemento preposicional introduzido pela preposição de.

Como é sabido, as orações adjetivas relativas admitem uma paráfrase que corresponde à substituição da palavra relativa pelo seu antecedente, o mesmo acontece com a frase em apreço:

(1) «D. Dinis foi um poeta cuja atividade decorreu nos séculos XIII-XIV.»

(2) «D. Dinis foi um poeta. A atividade do poeta decorreu nos séculos XIII-XIV.»

Disponha sempre!

Carla Marques
Tema: DT (Dicionário Terminológico) Classe de Palavras: determinante
Áreas Linguísticas: Sintaxe Campos Linguísticos: Anáfora/Co-Referência; Orações