Depleção e "deplecionar" - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Depleção e "deplecionar"

Nas atividades de engenharia de reservatório é utilizado o termo "deplecionar" ou "depleção" do reservatório para relacionar o nível de água do mesmo. Nos dicionários o termo "depleção" é para redução de sangue em corpo (relacionado ao corpo humano). Não encontrei nenhuma referência a esse uso feito, a não ser pela origem do termo em inglês. Está correto usar essa palavra?

Aguardo resposta.

Alexandre Bugin Agrónomo Porto Alegre, Brasil 6K

Parece-me correcto o uso dos termos apontados, embora seja necessário fazer algumas considerações. Os dicionários gerais consultados limitam o uso de depleção à medicina e à electrónica. Por exemplo, o Dicionário Houaiss regista depleção nas seguintes acepções:

«1 Rubrica: patologia. perda de elementos fundamentais do organismo, esp. água, sangue e eletrólitos (esp. sódio e potássio)
2 Rubrica: medicina. Diacronismo: obsoleto. ato ou processo de extração de um fluido (p. ex., o sangue)
3 Rubrica: medicina. Diacronismo: obsoleto. estado ou condição de esgotamento provocado por excessiva perda de sangue
4    Rubrica: eletrônica. em um material semicondutor, medição da densidade de portadores de carga abaixo do seu nível e do nível de dopagem em uma temperatura específica»

A forma "deplecionar" não está dicionarizada, mas é possível, como verbo derivado de substantivo (verbo denominal).

Noutro contexto, consultas na Internet indicam-me que quer depleção quer "deplecionar" estão em uso em áreas especializadas, por exemplo, em engenharia hídrica ou dos recursos hídricos (sublinhados meus):

«depleção: diferença entre os níveis d´água [sic]1 máximo e mínimo operativos num reservatório, para um determinado instante.» (http://cursos.anhembi.br/TCC-2004/Trabalhos/044.pdf, em 23/03/09)

«RECESSÃO Período de descarga decrescente representado pelo ramo descendente da hidrógrafa, a partir do ponto correspondente à vazão máxima. Em particular, a porção mais baixa desse ramo descendente (depleção), que reflete a diminuição da descarga originária dos reservatórios subterrâneos.» (em http://recursoshidricos.ibict.br/glossario.html, 23/03/09

Sendo assim, afigura-se possível alargar o uso de depleção à área técnica em apreço e propor o neologismo "deplecionar". Gostaria, porém, de notar que o aumento da frequência de uso de depleção na linguagem técnica pode bem ser o resultado da influência do inglês, uma vez que o substantivo depletion é empregado abundantemente em registos formais e especializados. De qualquer modo, quer depleção quer depletion remontam ao latim depletione, evidenciando uma convergência entre o português e o inglês quanto à fonte linguística utilizada para construção de termos técnicos. O recurso ao latim, mesmo por via inglesa, é sempre preferível à adopção de termos técnicos ingleses de origem germânica, cuja configuração, por menos próxima, é susceptível de trazer desequilíbrio às estruturas morfológicas do português.

1 Deveria estar escrito «níveis de água».

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma
Áreas Linguísticas: Léxico; Semântica