«Dar à luz» e parir - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Dar à luz» e parir

Tenho uma dúvida: devemos dizer «dar à luz», ou «parir»? Qual a expressão correta quando nos referimos a seres humanos?

Sara Mota Designer Santarém, Portugal 25K

Ambas as formas são correctas, mas a expressão usual é «dar à luz», quando se trata de seres humanos.

Assim, parir (do lat[im] parĕre, "produzir; gerar") significa «expelir do útero (feto, placenta e anexos embrionários); dar à luz (filhos, crias)» ou, em sentido figurado, «produzir; criar» e «causar». Quer dizer, ainda, «ter um parto». Por sua vez, «dar à luz» significa «parir» [in Dicionário da Língua Portuguesa 2008, da Porto Editora.]

Similarmente, o Dicionário Eletrônico Houaiss diz que parir é «expulsar do útero (feto e secundinas); dar à luz o feto; partejar», como em «a cadela acabou de p[arir] uma bela ninhada» ou «ela não foi feita para p[arir]»; em sentido figurado, trata-se de «expelir (algo) de dentro de si», a exemplo de «pariu uma golfada de sangue pela boca», ou «criar (algo novo); produzir, engendrar», como em «acabou de p[arir] um novo romance».

Em conclusão, a sinonímia entre parir e «dar à luz» é evidente, tal como é clara a correcção de qualquer das formas em relação a seres humanos, embora o uso se incline em grande medida para «dar à luz».

Carlos Marinheiro
Classe de Palavras: verbo